sexta-feira, 23 de maio de 2008

SENADO FEDERAL MAIS POBRE. MORRE O SENADOR JEFFERSON PÉRES

Manaus/AM - Faleceu por volta das 06:30 horas da manhã de sexta-feira (23), vítima de um fulminante infarto do miocárdio, uma das últimas reservas morais do Senado Federal.
O senador amazonense José Jefferson Carpinteiro Péres (PDT/AM), falece aos 76 anos de idade.
Deixa viúva e 03 filhos.
Com formação acadêmica em Direito e Administração de Empresas, o senador Jefferson Peres fazia parte de uma geração política da qualidade de um Pedro Simon (PMDB/RS) e que infelizmente está se acabando.
Vão-se os bons... ficam poucos dos bons e uma maioria dos "outros".
Com sua figura franzina e ares de um mestre, o senador Jefferson Péres era figura presente, inteligente, atuante, íntegra, lúcida e defensora dos interêsses nacionais, em especial, da sua região amazônica.
Sempre fui - e serei - seu admirador. E não é em razão da sua morte, que coloco estas minhas afirmações.
É simpatia e respeito que sempre lhe tive, como tenho ao senador Pedro Simon.
O senado que já é pobre de personalidades do quilate de um Jefferson Péres, com sua morte, fica miserável.
Assume a sua cadeira no senado, o suplente Erasmo Lins de Jesus Alfaia.
E que o nosso bom Deus lhe conceda o seu merecido descanso.
.............................................................

3 comentários:

José Basílio disse...

Bira Viegas. Concordo em parte com o amigo. Só que faltou voce incluir outra reserva moral do nosso Senado.
O Senador Cristovão Buarque.
Outro senador de vergonha.
SDS.
José Basílio

Anônimo disse...

Caro Bira, na realidade, quem fica pobre não é o Senado, e sim o povo...

Bira Viegas disse...

O BLOG RESPONDE:
De pleno acordo com os dois comentários.
BV