segunda-feira, 5 de maio de 2008

ACORDÃO DE WILMA E GARIBALDI VISA ENFRAQUECIMENTO DE JOSÉ AGRIPINO. TIRO PODE SAIR PELA CULATRA

A união entre a governadora Wilma Faria e o senador Garibaldi Filho, em torno da candidatura da deputada petista Fátima Bezerra, tem "por debaixo dos panos" uma clara intenção de enfraquecer o atual senador José Agripino.
É praticamente certo que em 2010, as duas vagas no Senado Federal serão disputadas pelos atuais senadores Garibaldi e Agripino. Como a atual governadora Wilma (que não poderá mais concorrer ao governo do Estado), tem à pretensão de entrar na disputa, nada melhor que tentar desde já enfraquecer o sistema agripinista, principalmente em Natal, sabidamente um dos maiores redutos do "lourismo".
Sondagens já efetuadas, sinalizam - no momento - uma relativa dificuldade de sucesso da candidatura da atual governadora ao senado, na disputa direta com os dois atuais senadores.
Por essas sondagens a primeira vaga ficaria com Garibaldi, e a segunda com José Agripino.
E Wilma não quer em hipótese alguma ficar sem mandato.
Mas este tiro dado por Wilma e Garibaldi, pode sair pela culatra. Para tanto, basta apenas que a candidata de José Agripino à prefeitura de Natal - deputada Micarla de Sousa, derrote Fátima Bezerra. Aí cresce à possibilidade de José Agripino ser o mais votado, seguido de Garibaldi Filho.
E aí vai faltar uma vaga e sobrar uma candidata.
.............................................................

2 comentários:

Luiz dos Santos - Natal disse...

Bira Viegas,
Sua opinião faz sentido.
Só que o eleitorado natalense é inteligente e não irá concordar com esse conchavo.
Parabéns pela qualidade do seu Blog, que já acesso a algum tempo.

OBSERVADOR POLÍTICO disse...

Faltou apenas dizer que a segunda parte deste acordão será a candidatura de Henrique Alves aos governo na eleição de 2010, isolando Iberê, Robison e João Maia.
OBSERVADOR POLÍTICO.