quarta-feira, 4 de junho de 2008

DERRUBADA DE ÁRVORES ABRE A SEMANA DO MEIO AMBIENTE EM CAICÓ

Caicó/RN - Nem tudo que é legal é lógico, racional ou justo.
Como exemplo, vou me referir a derrubada de todas as árvores (uma delas com mais de cinquenta anos), que até o clarear do dia de ontem (03), existiam na praça José Augusto, no centro da pessimamente arborizada cidade de Caicó.
Sob o pretexto da construção de uma nova praça, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente da Prefeitura de Caicó, autorizou a uma empresa que será responsável pela obra, uma completa eliminação de todas as árvores existentes no local.
Autorização concedida. Trabalhos iniciados, foram tombando sobre o solo caicoense antigas craibreiras, tamarineiras, algarobeiras e outras.
Amparados legalmente pelo arcaico Código Florestal Brasileiro (Lei n° 4.771/1965), as prefeituras brasileiras possuem poderes para decretar atos dessa natureza.
No entanto, bem que a Secretaria do Meio Ambiente caicoense poderia ter usado uma lei que não consta da legislação brasileira, mas é uma lei de conhecimento mundial:
"A Lei do Bom Senso".
Poderia ter contratado uma empresa que possuísse em seus quadros um arquiteto ou paisagista com capacidade e sensibilidade necessária para elaborar um projeto onde as árvores existentes fossem poupadas, continuando as mesmas a fornecerem seus frutos, proporcionando sombra para os frequentadores do local e embelezando ainda mais a nova praça.
Não fizeram. Preferiram decretar a morte de quem sempre fez o bem.
Justamente no período em que se comemora a "Semana do Meio Ambiente".
Triste exemplo!
.................................................

Um comentário:

Suébster disse...

Bira Viegas, se possivel me adicione no MSN.

suebsterneri25@hotmail.com

Forte abraço.